São Zacarias Papa

Baluarte da Igreja numa época de transição

 São Zacarias Papa1

Grande Papa sucessor de São Gregório III, em cujo pontificado ocorreram grandes progressos na pacificação da Cristandade. Neste momento histórico em que a Igreja vive um período de transição, relatamos a vida de um dos grandes sucessores de Pedro e pouco conhecido por nós católicos

 

Não há dados referentes a São Zacarias antes de sua elevação ao sólio pontifício. Sabe-se apenas que era de origem grega, estabelecido na Calábria, e que seu pai chamava-se Policrônio. Muito provavelmente ele já era sacerdote da Igreja romana quando foi eleito para suceder São Gregório III no trono de São Pedro. O Liber Pontificalis, que contém a biografia de vários Papas, descreve-o como sendo de “caráter gentil e conciliador, muito caridoso para com o clero e o povo”. Foi eleito por unanimidade apenas cinco dias depois do falecimento de seu predecessor, devido a prementes necessidades da Cristandade.

O rei dos lombardos, Luitprando, foi pacificado por São Gregório II quando sitiava Roma. Dez anos depois, já no pontificado de Gregório III, Luitprando sitiou novamente Roma, por estar insatisfeito com a proteção que esse pontífice concedia a Trasimondo, duque de Espoleto. Só se retirou depois que seus bárbaros espoliaram a igreja de São Pedro, que até os godos haviam anteriormente poupado. Ele ameaçava outras propriedades da Igreja, o que levou São Gregório III a pedir o auxílio de Carlos Martel — o salvador da Cristandade na batalha de Poitiers, contra os mouros —, então prefeito do palácio franco, mas exercendo todo o poder efetivo naquela nação.

No mesmo ano de 741 faleceram o Papa São Gregório III, o imperador iconoclasta Leão (o Isáurico) e Carlos Martel. Coube então a São Zacarias, recém-eleito, enfrentar o lombardo que avançava. O Pontífice foi ao seu encontro, e Luitprando, vencido pela santidade e dignidade do Papa, cedeu mais uma vez. Não só ajustou a paz, mas libertou os prisioneiros e entregou à Sé Romana as cidades de Horta, Ameria, Polimartium e Blera.

Conta-se que no dia seguinte, sendo domingo, Luitprando quis assistir com sua corte a uma sagração episcopal presidida pelo Papa. A santidade da cerimônia e as preces que fez então o Pontífice tocaram vivamente os lombardos, que não puderam reter as lágrimas. “E a piedade que ele fez transparecer em toda essa ação excitou no coração de muitos os sentimentos de devoção para com Deus e de respeito para com sua Igreja”.

Luitprando faleceu em 744, terminando com ele a fase áurea dos irrequietos lombardos. Foi deposto seu neto e co-regente, Hildebrando, e eleito rei em seu lugar o Duque de Friule, Rachis. Este, apesar de muito piedoso, sitiou Perusa por pressão dos seus comandados. Outra vez São Zacarias dirigiu-se ao acampamento lombardo. Suas palavras comoveram tanto o rei, que não só levantou o cerco da cidade, mas concedeu a paz aos romanos. Pouco tempo depois, renunciando ao mundo com sua mulher e filha, depôs a coroa aos pés do Papa.

A delicada situação de Constantinopla

O novo Papa tinha uma questão ainda mais difícil a resolver com o império do Oriente, que era a do culto das imagens. Logo após sua eleição, enviou a Constantinopla uma carta ao novo imperador Constantino, filho e sucessor de Leão o Isáurico, comunicando sua eleição. Os emissários papais encontraram na capital do império uma situação delicada. Tendo falecido Leão o Isáurico, deveria suceder-lhe naturalmente seu filho Constantino V, Coprônimo. Mas seu cunhado Artavasde, aproveitando a ausência daquele na Ásia Menor, fez-se proclamar imperador. E para ser reconhecido no Ocidente, anulou os editos que proibiam a veneração das imagens e deu liberdade de culto.

O que fazer diante desse fato consumado? Os emissários pontifícios aguardaram cautelosamente o desenrolar dos acontecimentos, e pouco depois, quando Constantino V recuperou o trono, apresentaram-se a ele, sendo bem recebidos. Obtiveram mesmo do imperador uma importante doação na Itália, que de algum modo compensava os confiscos efetuados por seu pai.

Para zelar pela segurança do Estado, de início Constantino deixou as questões religiosas de lado a fim de lutar contra os árabes, os búlgaros e os eslavos. Mas depois, em 752, seguiu a política do pai, recomeçando a pressão iconoclasta. São Zacarias, entretanto, não veria esse tempo.

Secundando São Bonifácio na Germânia

Em 743 São Zacarias convocou um sínodo em Roma, ao qual compareceram 60 bispos, para tratar de várias matérias relativas à disciplina da Igreja, como o impedimento para casamentos em grau de parentesco, proibido na época.

São Bonifácio, missionário que havia sido investido de plenos poderes pelo Papa São Gregório III, trabalhava então na reforma religiosa da Alemanha e da Baviera. São Zacarias manteve contato contínuo com ele, seguindo muito de perto seu apostolado.

Em 742, logo após sua elevação ao trono pontifício, recebeu de São Bonifácio uma carta expressando sua total submissão ao sucessor de São Pedro e pedindo-lhe a confirmação de três novas dioceses – Wurzburg, Buraburg e Erfurt – que tinham sido então estabelecidas na Germânia.

Mudança de dinastia na França

A paz que se seguiu permitiu ao Papa remediar as desordens oriundas da guerra e das calamidades públicas, reformar os costumes do clero e do povo e fazer reflorescer a disciplina abalada nessa época de tumultos.

“A tranquilidade relativa de que gozava permitiu ao Papa interessar-se por uma questão que foi de capital importância na história da Igreja: a primeira reforma da Igreja franca, ponto de partida da grande restauração carolíngea”.

O problema punha-se desta maneira: ao falecer, o grande Carlos Martel deixava seu posto de prefeito de palácio para seus dois filhos, Carlomano e Pepino, o Breve: o primeiro ficava com a Austrásia, a Alemanha e a Turíngia; o segundo com a Nêustria, a Borgonha e a Provença. Os dois, tendo sido educados por monges beneditinos, eram sinceramente católicos e desejavam a reforma dos costumes, pois as perturbações constantes da época de Carlos Martel haviam afetado nefastamente a Igreja na França.

O abuso mais grave era a nomeação de leigos para bispados e abadias vacantes. Estes contentavam-se em apenas receber as prebendas que lhes aportavam o benefício. “Via-se também errarem pelo país bispos giróvagos [não vinculados a nenhuma diocese, e de costumes censuráveis], que tinham sua jurisdição não se sabe de onde, além de sacerdotes ordenados por eles e mascateando, aqui e ali, práticas supersticiosas e crenças suspeitas”.

Carlomano pediu a São Bonifácio que dirigisse a reforma da Igreja da França oriental. Foi convocado um sínodo na Austrásia, em 742, no qual se decidiu a convocação regular de concílios provinciais, a restituição às igrejas dos bens roubados, a degradação dos falsos sacerdotes, dos eclesiásticos adúlteros e fornicadores, a exclusão dos bispos desconhecidos e vagabundos, a repressão de todas as faltas carnais de monges e monjas.

De igual modo Pepino, o Breve, agiu na França ocidental. Reuniu um concílio em Soissons, do qual São Bonifácio foi a alma, chegando aos mesmos resultados do sínodo da Austrásia. Carlomano decidiu nessa época abandonar tudo para entregar-se a Deus como monge, ficando Pepino senhor de toda a França.

Fazia quase cem anos que os descendentes de Clóvis só reinavam nominalmente, pois todo o poder efetivo passara para os prefeitos de palácio. Quando da morte de Carlos Martel, não havia mais rei dos francos. Pepino e Carlomano escolheram então um obscuro descendente de Clóvis, Childerico III, para dar uma aparência de normalidade à nação. Mas os francos não se contentaram com isso, pois desejavam que a coroa ficasse com quem realmente detinha o poder. Pepino, eleito rei, enviou dois emissários a Roma para consultar o Papa sobre o caso. “Duramente pressionado pelos lombardos, o Papa Zacarias deu as boas-vindas a esse desejo dos francos, que visava extinguir uma intolerável ordem de coisas e estender os fundamentos constitucionais para o exercício do poder real”.

Não se conhecem as palavras exatas de São Zacarias na resposta que enviou a Pepino, pois foram ditas em conversa privada. Mas, segundo os antigos Annales de Lorsch, escritos por Eginhard, secretário de Carlos Magno, ele respondeu que “era melhor que fosse chamado rei quem exercia o poder do que quem permanecesse sem poder real, de maneira que a ordem não fosse perturbada”. Desse modo, em novembro de 751, Pepino foi proclamado rei em Soissons. Para dar maior legitimidade ao ato, São Bonifácio o sagrou e ungiu.

Os dez anos do pontificado de São Zacarias foram, como se constata pelo acima descrito, muito fecundos. Sua ação política na Itália, na França, e mesmo em Constantinopla, trouxe um começo de paz, permitindo o princípio de uma reforma da Igreja, que o fim do século VIII deveria ver realizar-se plenamente. Faleceu a 3 de março de 752.

Reflexão

O Espírito Santo sempre dirigiu e pra sempre estará à frente da Barca de Pedro, a Santa Madre Igreja Católica Apostólica e Romana, pois como seu Fundador Nosso Senhor Jesus Cristo prometeu, “as portas do inferno nunca prevalecerão contra Ela”.

Em todas as épocas tivemos conturbações, heresias, depravação do clero e da sociedade e mesmo diante das piores tempestades, a Igreja nunca submergiu, porque quem está no comando D’Ela não é um ser humano, mas o próprio Deus.

São Zacarias foi o Pedro suscitado pelo Espírito Santo na sua época para reformar o clero e os costumes do seu tempo. Temos hoje a plena certeza que o mesmo Espírito já escolheu o novo Pedro que continuará guiando a Barca contra todo o inferno que investe contra Ela. Como católicos, sejamos cada vez mais adoradores do Senhor Jesus presente na Eucaristia e devotíssimos de Sua Mãe Santíssima, pois como diz São João Bosco que em um sonho viu que a Eucaristia e Maria Santíssima são as duas colunas que sustentam a Igreja, a Barca de Pedro, contra todas as tempestades. São Zacarias rogai por todos os cardeais nesse conclave e por todos nós. Amém

Fonte:

http://www.catolicismo.com.br/materia/materia.cfm/idmat/AB7A0B2F-3048-313C-2E75095436320974/mes/Mar%C3%A7o2011

Grifos Nossos

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: