O Papa não é um traidor da Igreja e por isso não aceitará o aborto nem o “matrimônio” gay, afirma Cardeal eleito

Dom Fernando Sebastián. Foto: Conferência Episcopal Espanhola

VATICANO, 14 Jan. 14 / 01:58 pm (ACI) – Em uma coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira 13, logo que o Papa Francisco anunciara que no dia 22 de fevereiro, o Arcebispo Emérito de Pamplona-Tudela, Dom Fernando Sebastián, seria criado cardeal, este prelado expressou seu agradecimento e advertiu que apesar de que existam alguns que querem “levar o Papa seus territórios”, o Santo Padre não trairá a fé nem a moral da Igreja.

“O Papa tem um dom de simplicidade, de proximidade, de ir ao substancial, de nos falar dos conteúdos do Evangelho com uma linguagem muito realista, muito compreensível, que chega ao coração. Mas que ninguém espere que o Papa traia a fé nem a moral da Igreja”, disse.

Dom Fernando Sebastián lamentou que “agora parece que há muitos dissidentes da Igreja que querem levar o Papa para seus territórios. Eles se equivocam, o Papa não vai legitimar o aborto, não vai legitimar o matrimônio homossexual, nunca vai trair a fé tradicional dos apóstolos”.

“Aquilo que devem fazer esses dissidentes é vir à Igreja e confessar-se com o Papa”, asseverou.

O Arcebispo emérito também foi consultado durante a conferência de imprensa sobre o debate na Espanha sobre a reforma da Lei do Aborto.

“Para um católico, não há lei do aborto nenhuma”, sentenciou.

Dom Sebastián criticou que o debate sobre o aborto na Espanha esteja pervertido desde o começo, porque não querem reconhecer o que é de verdade o aborto. “Fala-se da interrupção da gravidez como se fora um sarampo ou fora umas varizes”

“Fala-se de mil coisas, mas nunca se fala do que é realmente o aborto: eliminar a vida de um ser humano nas primeiras fases de seu desenvolvimento, no ventre de sua mãe”.

O Arcebispo, que será criado Cardeal junto a outros 18 Bispos no dia 22 de fevereiro questionou “há alguma mulher que se sinta com o direito de matar seu filho?”.

Dom Sebastián indicou que essa é a pergunta “que tem que responder o senhor (Alfredo) Rubalcaba”, secretário geral do Partida Socialista Operário Espanhol, principal opositor à reforma da Lei do Aborto na Espanha e ativo partidário da ampliação do aborto legitimado por lei.

Consultado sobre sua nomeação pelo Papa Francisco, o Arcebispo Emérito da Pamplona-Tudela indicou que “estou muito contente, muito agradecido e assim o manifestei ao Santo Padre em uma carta escrita nesta madrugada, assim que despertei e soube da notícia inesperada”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=26554

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: